Blog > Segurança e Fraude

Segurança digital: tudo o que você precisa saber para proteger os clientes

 
Segurança digital: tudo o que você precisa saber para proteger os clientes
 

Recentemente, muitas empresas passaram pela transformação digital para conseguir melhor atender os seus clientes e alavancar as vendas. Com isso, elas tornaram-se sujeitas aos ataques cibernéticos.

Interessados nos dados e informações, muitos hackers invadem e tomam posse do sistema de grandes marcas e, até mesmo, solicitam recompensas para devolvê-lo. 

Uma pesquisa solicitada pela Mastercard e realizada pelo Datafolha apontou que 57% das companhias brasileiras frequentemente são alvos de ataques digitais. Contudo, apenas 32% das empresas participantes da pesquisa afirmaram ter um sistema de segurança digital próprio.  

Por isso, a segurança digital não só se tornou uma pauta entre os comércios eletrônicos, como também uma necessidade. 

Com isso, surge o questionamento: como impedir que haja invasão no sistema da empresa e os clientes sejam afetados? Para responder esta pergunta, nós preparamos este texto com as principais informações sobre o tema. Acompanhe e descubra! 

Segurança digital e mundo corporativo: qual a relação?

Antes de apontarmos algumas estratégias que as empresas podem usar para se protegerem contra os ataques, é importante dar um passo atrás para compreender como a segurança digital está relacionada com as empresas. 

Como já mencionamos anteriormente, a segurança digital visa proteger os sistemas, sites e plataformas de ataques hackers. No caso das companhias, é importante defender-se de possíveis invasões realizadas por antigos colaboradores também. 

Por isso, os e-commerces estão cada vez mais em busca de mecanismos e ferramentas que os ajudem a evitar o roubo de dados e informações confidenciais, sejam eles da própria empresa ou dos consumidores. 

Para entender melhor como as marcas estão sendo afetadas por crimes digitais, reunimos algumas estatísticas. Confira a seguir!

  • 95% dos registros violados vieram de apenas três setores em 2016: governo, varejo e tecnologia;
  • 43% dos ataques cibernéticos visam pequenas empresas, sendo que 60% delas fecham as portas em seis meses;
  • O cibercrime custa às pequenas e médias empresas mais de US $2,2 milhões por ano. 

Diante destes números, é provável que você se pergunte: como e por que isso acontece? Trouxemos algumas respostas:

Com isso, fica evidente a necessidade das empresas investirem mais em segurança digital, uma vez que os cibercrimes não só afetam os ganhos da companhia, como também a credibilidade e confiança que os clientes depositam nela. 

5 maneiras de melhorar a segurança digital da sua empresa?

Agora que você já sabe a importância de priorizar a segurança digital do seu negócio, é hora de descobrir como você pode fazer para proteger os seus dados e os dos seus consumidores. 

Então, confira a seguir as 5 estratégias que separamos para te ajudar.

Implante uma Política de Segurança da Informação

Como mencionamos anteriormente, muitas empresas sofrem ataques cibernéticos porque seus colaboradores não tomam cuidado com senhas e dados sigilosos. 

Por isso, uma forma de aumentar a segurança digital da companhia é implementar um PSI, ou seja, um documento que regulariza e indica as boas práticas para o uso de toda a infraestrutura de TI da marca. 

Assim, você orienta o funcionário sobre as regras relacionadas a este tema, além de informar as consequências diante da quebra dessas normas. 

Criptografia de dados 

A criptografia de dados tornou-se bastante conhecida após começar a ser utilizada pelo aplicativo de mensagens mais utilizado entre os brasileiros, o WhatsApp. Isso garante que não haja vazamento de informações, seja em uma conversa particular através da plataforma ou em sistemas de pagamentos. 

Assim, a empresa garante maior proteção aos dados do cliente e, consequentemente, passa maior credibilidade. Existem diversas formas de implementar a criptografia, desde instalar softwares que fazem esta função até usar aplicativos que já usam esta técnica de segurança, como o WhatsApp. 

Invista em profissionais de TI

Como mostramos anteriormente, muitas empresas não têm profissionais de TI para resolver possíveis ataques cibernéticos. Além disso, 47% das pequenas empresas nem ao menos sabem como se proteger desses crimes, segundo dados da Fundera

Um excelente passo para construir a segurança digital na sua empresa é contratar profissionais qualificados para lidar com a situação. Estima-se que uma companhia pequena, por exemplo, deveria reservar no mínimo 3% dos gastos totais da empresa para  segurança cibernética. 

Controle os acessos dos colaboradores

O controle de acessos não somente ajuda a melhorar a segurança digital da empresa, como também evita que os colaboradores usem redes sociais pessoais durante o expediente. 

É importante que os funcionários tenham acesso apenas ao que é necessário para o dia a dia de trabalho, como e-mail, plataformas da empresa, entre outros. Além disso, é essencial reforçar a importância de construir senhas fortes — com letras maiúsculas, minúsculas e pontuação. 

Realize backups regularmente  

As empresas nunca querem passar por um cibercrime, contudo com a frequência que estes ataques estão acontecendo, é fundamental prevenir-se. Uma das formas de fazer isso é realizar backups regulares de dados e informações importantes da empresa. 

Dessa forma, eles são armazenados em nuvens ou servidores externos, o que evita grandes prejuízos caso o sistema da empresa seja atacado e as informações sejam apagadas. 

A Sinch e a segurança digital

Fundada em 2008, atualmente a Sinch está presente em mais de 40 países e 8 em cada 10 das maiores empresas de tecnologia do mundo utilizam os nossos serviços. Nosso objetivo é unir as companhias e clientes através de soluções tecnológicas personalizadas, como chatbots e SMS. 

Além disso, somos especialistas em integrar o WhatsApp Business API com o sistema da sua empresa, o que garante a segurança da criptografia usada pelo aplicativo. Quanto ao envio de SMS, somos pioneiros neste serviço e recebemos o certificado ISO27001 — para a segurança dos dados — e entregue em larga escala. 

Quer saber mais sobre nossas soluções de mensageria? Então, acesse nosso site e entre em contato com a nossa equipe!